Como a VISÃO COMPARTILHADA é construída em uma equipe? Ps. Evelin Baiocchi
  • Ps. Evelin Baiocchi

Como a VISÃO COMPARTILHADA é construída em uma equipe? Ps. Evelin Baiocchi

Por que é importante para minha equipe de trabalho compartilhar uma VISÃO?

Não basta atingir os objetivos que estabelecemos?

Geralmente, todos os dias, convivemos com estas perguntas nas equipes com as quais trabalhamos. Começar a respondê-las é um assunto sério, pois temos que entrar em tópicos como a aprendizagem e a efetividade das equipes.

Em seu Manual de Coaching de equipes, Horácio Cortese nos diz que “a aprendizagem em grupo se baseia no objetivo de ajudar a construir espaços de respeito mútuo, confiança e coesão; com a certeza de que, através dessas premissas, as equipes ganham efetividade e qualidade de vida para seus membros ”. E acrescenta: "Os grupos secundários, onde as relações entre seus membros são formais, racionais e contratuais, seus membros se organizam para atingir uma meta ou objetivo compartilhado, conhecido por todos explicitamente".

"O grupo é um todo dinâmico, sempre a ser formado." Jean Paul Sartre

Podemos afirmar que a aprendizagem dos grupos de trabalho é um processo sempre inacabado, em constante movimento e reedição. Poderíamos visualizá-lo como uma espiral ascendente, nutrindo-se em cada novo movimento do seu nível anterior. “O grupo precisa refletir sobre o que faz e como faz, é um exercício permanente de diagnóstico identificando e corrigindo as lacunas de aprendizagem” (Dr. Horácio Cortese).

Com base nesses princípios, nossas intervenções nas equipes visam reforçar os VALORES DA APRENDIZAGEM EM AÇÃO, são eles:

Aprender com o propósito de conseguir uma diferença na ação.

Fornecer feedback, em vez de manter o status quo, protegendo hábitos e rotinas fixas.

Apoio e desafio dos colegas, em vez de aprendizado solitário.

Responsabilidade, proatividade e comprometimento, em vez de passividade e reatividade.

Aprendizagem em ação e ação enriquecida pelo aprendizado, em vez de ação e aprendizagem como domínios separados.

Dar e receber generosamente, como base para a aprendizagem em ação.

Então, qual é a utilidade de construir uma visão compartilhada? Peter Senge definiu a aprendizagem em equipe como “o processo de alinhar-se e desenvolver a capacidade de uma equipe para criar os resultados que seus membros realmente desejam. Ela se constrói sobre a disciplina de desenvolver uma VISÃO COMPARTILHADA”.

Na NEXI GLOBAL, entendemos que uma equipe alinhada e capaz de criar os resultados desejados é uma equipe que desenvolveu uma Visão Compartilhada. Com isso queremos dizer: declararam uma Missão e Valores, concordaram e declararam uma Situação Desejada, analisaram e refletiram sobre sua Situação Atual, trabalharam para identificar as Oportunidades e Ameaças do Contexto, e sobre as Forças e Fraquezas da equipe, e desenvolveram Estratégias orientadas para o cumprimento de seus objetivos.

Nosso Programa de Desenvolvimento de Visão Compartilhada trabalha nos seguintes eixos:

Definição da Missão. O porque do que a equipe faz, sua razão de ser, seu propósito. Diz aquilo pelo "o que"l, no final, a equipe quer ser lembrada.

Definição de valores centrais. Eles são o roteiro que os membros da equipe seguem. São as chaves que permitirão alinhar todas as estratégias, procedimentos, políticas e toda a inovação que a equipe pretende realizar. Os valores centrais não devem ser intelectualizados, mas descobertos e cada membro da equipe deve ser um modelo alinhando seu comportamento a esses valores.

Declaração da Situação Desejada. Trata-se de identificar objetivos de longo prazo, imaginando a equipe que se deseja construir.

Declaração da Situação Atual. A tarefa será declarar a situação atual e identificar o que exigirá mais ou menos esforço para alcançar e tornar possível o sonho. Coesivamente, a equipe será responsável por construir uma visão de sucesso e futuro possível.

Identificação de oportunidades e ameaças. A equipe declarou a situação desejada e a trouxe para o presente. Agora é apropriado começar a analisar o ambiente com suas restrições e possibilidades. Ou seja, é hora de identificar as oportunidades e ameaças do contexto.

Identificação das Fortalezas e Fraquezas. Após analisar e identificar as oportunidades e ameaças, cabe à equipe ver a si mesma e avaliar seus pontos fortes e fracos.

Definição de Estratégias. Resta apenas decidir quais serão as estratégias ofensivas e defensivas, para que a equipe atinja a situação desejada. As ofensivas serão aquelas que, levando em conta os pontos fortes da equipe, cuidarão das oportunidades e as defensivas aquelas que a equipe projetará para impedir que as ameaças atuem em suas fraquezas.

Declaração da visão: concluído o processo e apoiado por tudo isso, chegou a hora de declarar, consensualmente, a visão do sucesso possível . A foto da equipe que desejam ver no futuro a médio prazo (quatro a cinco anos).

Na NEXI GLOBAL, nos especializamos no desenvolvimento de equipes efetivas, sendo estas que atingem seus objetivos, seus membros se escolhem para continuar trabalhando juntos e, individualmente, satisfazem a alguma necessidade de ordem superior. Ao longo de nossa experiência, podemos afirmar que uma equipe efetiva é aquela, e somente aquela, que conseguiu se comprometer com sua Visão.

7 visualizações

Av. Raja Gabaglia 240

30441-070, Belo Horizonte-MG

ghgcoach@gmail.com

Tel: +55 31 995-657-846

© 2017 de GHG-Coach.